segunda-feira, 25 de junho de 2007

maternidade pagã.

"Fosse o que fosse, as contrações retornaram, com uma dor dilacerante que superou a minha intenção de não soltar gritos estridentes. Repetidas vezes fui sacudida pela dor, mas em breve consegui discernir naquilo uma espécie de ritmo. Márcia colocou-me sobre um banquinho de parto e entregou-me um rolo de pano para morder. Drusilla postou-se atrás de mim e uma das criadas segurou cada braço. Depois fiquei sabendo que lhes apertara o pulso com tanta força que as machucara, mas na hora não me dei conta do que fazia.

Senti o gojetamento de sangue aquecido e o óleo quente com que Márcia estava me massageando.
- Você está indo bem - disse-me ela. Quando o impulso vier, faça força para baixo até não poder mais.
Em seguida, a mão gigantesca de comprimiu mais uma vez e eu fiz pressão, sem me importar mais se alguém me ouvisse gritar. Foi assim repetidas vezes, ate eu achar que devia rasgar-me ao meio.
- Peguei a cabeça - disse a Márcia e, em seguida, uma última convulsão me dominou e o resto da criança deslizou livremente.
Quando ela a ergueu, passou diante do meu campo de visão uma forma arroxeada que se contorcia, inconfundivelmente do sexo masculino, e em seguida, ressoou pelo quarto um berro estrondoso de protesto que, sem dúvida, devia ter sido tão alto quanto qualquer um dos meus.
Tive uma vaga consciência de ser levada de volta para a cama. Mulheres movimentavam-se ao meu redor, envolvendo-me com panos para estancar um sangramento, lavando-me, trocando a roupa de cama. Não prestei atenção ao seu falatório. Que importava se eu estivesse dilacerada demais para gerar outra - esta criança sobreviveu! Eu podia podia ouvir-lhe os gritos vigorosos, mesmo do quarto do lado.
Um rosto surgiu acima de mim. Era Sopater, com um homem vestindo os trages de sacerdote caldeu, que nem me lembro terem dito ser um astrólogo.
- O seu filho nasceu na quita hora após o meio-dia, disse Sopater, nós já temos um horóscopo preliminar. Marte está em Touro e Saturno se acha em Leão. Este menino será um guerreiro, resoluto na derrota e inflexível na vitória.
Mas Júpiter reina no signo de Câncer e ali também se situa a sua lua: o seu filho terá grande aflição pela família. Mas, acima de tudo, Aquário predominará, ascendendo com seu Vênus e seu Sol. Balancei a cabeça e ele se afastou ainda agitado. Ouvi o tilintar de vidros e compreendi que , no cômodo ao lado, eles estávam bebendo à saúde do bebê. Que injustiça, pensei então. Todo trabalho foi feito por mim! Mas esse era costume, quando um homem confirmava como seu filho e eu deveria ficar contente com isso."

As sacerdotiza de Avalon [Marion Zimmer Bradley].

2 comentários:

Doryka disse...

A dor e a delícia de ser mulher-fada-mãe...

Anônimo disse...

bom comeco

scraps.


Trimera Casa de Letras.

Blogueiros do Piauí.