domingo, 10 de fevereiro de 2008

ansie.



por quê não dar ouvidos aquela que sempre te trai
que pensas tê-la sob controle
quando é ela que toma tuas rédeas
e te manipula
da forma mais cruel e bruta
sem mesmo te deixar brechas para enxergar
o que mais rápido ela quer te mostrar?
não consigo vê-la.
tem horas que se faz invisível
afônica e inodora.
como então te achar
se por entre tuas entranhas,
arte e manhas
está o meu mais livre
bem-penar?

desculpa,
mas não é só com você que isso acontece,
pois sobre esse peito inerte
a ansiedade
outras vezes veio assolar.

e a perfeição só existe na excitação.
o resto,
é conseqüência.





Lorena A.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma

2 comentários:

Doushura disse...

I read this article
here

Zorbba Igreja disse...

Comento não só esse, mas todo o blog. Parabéns pelos textos.

Gostaria que me contactasse. Meu mail está em meu perfil.

Abraços.

scraps.


Trimera Casa de Letras.

Blogueiros do Piauí.