domingo, 2 de setembro de 2007

beco [quase sem saída].

já cruzei o infinito
o dito e não dito.
momentos intensos,
palavras no vão.
o dizer mais belo
e o desatino são.
variedade sublime,
pecado
de grão em grão.
desafio permanente,
gosto de ilusão.
borboletas soltas,
perigo
em uma sensação.
coragem desperta,
amizade sincera.
tempo, ao vento.
senso?
no beco do ausente.
miragens suicidas,
retorno então,
da paixão.
presente é o teu ser.
o meu,
o nosso,
viver.

Lorena A.




Creative Commons License


Esta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons.

Um comentário:

Morrer [de Rir] ... disse...

ai..adorei!! a imagem, o texto... =***

scraps.


Trimera Casa de Letras.

Blogueiros do Piauí.